Ferroso

Em química, o adjectivo ferroso indica um composto que contém ferro no estado de oxidação +2, possivelmente como o catião divalente Fe2+. Opõe-se ao “férrico”, que indica a presença de ferro em +3 estado de oxidação, tal como o catião trivalente Fe3+. Este uso foi largamente substituído pela nomenclatura IUPAC, que exige que o estado de oxidação seja indicado por números romanos entre parênteses, tais como o óxido de ferro(II) para o óxido ferroso (FeO), o óxido de ferro(III) para o óxido férrico (Fe2O3), e o óxido de ferro(II,III) para o óxido Fe
3O
4 que contém ambas as formas de ferro.

Oxido de ferro é mais correctamente chamado óxido de ferro(II).

diagrama Pourbaix de ferro aquoso

Química externa, “ferroso” significa geralmente “contendo ferro”. A palavra deriva da palavra latina ferrum (“ferro”). Os metais ferrosos incluem o aço e o ferro gusa (com um teor de carbono de alguns por cento) e as ligas de ferro com outros metais (tais como o aço inoxidável). “Não ferroso” é usado para descrever metais e ligas que não contêm uma quantidade apreciável de ferro.

O termo “ferroso” é normalmente aplicado apenas a metais e ligas. O adjectivo ferruginoso é usado em vez disso para se referir a substâncias não metálicas que contêm ferro, tais como “água ferruginosa”; ou a uma cor castanho-avermelhada parecida com a da ferrugem.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *